O que é importante saber sobre orgasmo feminino?

Ao contrário de alguns animais, as fêmeas humanas podem fazer sexo em qualquer época do mês e não precisam ter orgasmo para ovular ou engravidar. 

As normas científicas dominadas pelos homens significam que muito sobre o orgasmo feminino permanece incompreendido, e muitos mitos prejudiciais persistem. 

Um orgasmo feminino pode ser altamente prazeroso e ocorrer durante a masturbação ou atividade sexual com um, ou mais parceiros. Os cientistas não têm certeza se tem benefícios adicionais. 

Neste artigo, analisamos por que os orgasmos femininos ocorrem e o que acontece durante um orgasmo. Também desmascaramos alguns equívocos comuns. 

Por que as mulheres têm orgasmo? 

Um orgasmo pode causar prazer intenso, que pode ter seus próprios benefícios. 

Os benefícios do orgasmo masculino são claros. Os homens devem ejacular para depositar o esperma na vagina, possivelmente levando à gravidez. O orgasmo masculino, portanto, serve a um claro propósito evolutivo. 

O propósito do orgasmo feminino é menos claro. Os pesquisadores sugeriram inúmeros benefícios potenciais, mas poucos foram rigorosamente testados e nenhuma teoria tem suporte científico conclusivo.

Nem tudo que o corpo faz tem um propósito claro, no entanto. Os cientistas não descobriram os benefícios evolutivos de algumas características que persistiram em humanos. 

Estudo de 2016 argumenta que o orgasmo feminino pode não ter nenhum benefício evolutivo óbvio e que pode ser uma relíquia de uma época em que os hormônios associados ao orgasmo eram necessários para uma mulher ovular. 

Como não havia necessidade evolutiva de eliminar o orgasmo feminino, ele persistiu mesmo quando não era mais necessário para a fertilidade. 

O orgasmo pode servir a propósitos importantes, no entanto. O prazer que pode causar pode encorajar as mulheres a fazer sexo. Isso também pode promover o vínculo com um parceiro sexual, o que traz benefícios evolutivos significativos. 

O que e preciso saber sobre orgasmos femininos
O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino

O que acontece durante um orgasmo? 

Durante a excitação, o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais aumenta, tornando-os mais sensíveis. 

À medida que a excitação aumenta, a frequência cardíaca, a pressão arterial e a frequência respiratória de uma pessoa também podem aumentar. À medida que o orgasmo se aproxima, os músculos podem se contrair ou ter espasmos. Muitas mulheres experimentam espasmos musculares rítmicos na vagina durante o orgasmo. 

Vários pesquisadores propuseram que a resposta sexual segue estágios específicos, embora suas teorias sobre esses estágios sejam diferentes. 

Ainda assim, a maioria das teorias inclui os seguintes estágios: 

  • excitação, durante a qual a excitação constrói 
  • platô, durante o qual a excitação aumenta e se estabiliza 
  • orgasmo, que causa sentimentos intensos de prazer 
  • resolução, durante a qual a excitação diminui 

Muitas mulheres são capazes de ter outro orgasmo após a resolução, enquanto os homens geralmente precisam de um período de descanso antes de ter outro orgasmo. 

Benefícios para a saúde. 

Embora a internet esteja repleta de artigos prometendo que os orgasmos melhoram a pele, o cabelo e a saúde geral, há poucas evidências científicas de que os orgasmos ofereçam benefícios específicos à saúde. 

Os cientistas não identificaram nenhum benefício evolutivo dos orgasmos femininos ou descobriram que os orgasmos melhoram a saúde. 

Mas os orgasmos são prazerosos, e o prazer pode ser seu próprio benefício. O sexo prazeroso pode melhorar o humor de uma pessoa, aliviar o estresse, aumentar a imunidade e promover melhores relacionamentos.

As mulheres não precisam ter orgasmo para engravidar. No entanto, um corpo limitado de evidências sugere que os orgasmos podem aumentar a fertilidade. 

Um estudo muito pequeno, por exemplo, mediu se havia melhor retenção de esperma após o orgasmo feminino. Embora os resultados confirmem isso, provar que o corpo feminino retém melhor os espermatozoides após o orgasmo exigirá estudos maiores com designs de maior qualidade. 

Equívocos comuns. 

As pessoas têm muitos equívocos sobre os orgasmos femininos. Alguns mitos incluem: Mulheres que não conseguem atingir o orgasmo têm problemas psicológicos. 

Embora traumas, problemas de relacionamento e problemas de saúde mental possam dificultar o orgasmo, muitas pessoas com atitudes sexuais saudáveis ​​e bons relacionamentos ainda têm dificuldades. 

Um orgasmo é uma resposta física e psicológica, e vários problemas de saúde podem dificultar o prazer sexual dessa maneira. 

Algumas pessoas lutam para chegar ao orgasmo devido à lubrificação inadequada. Isso pode acontecer durante o uso de anticoncepcionais hormonais, ou durante, ou após a gravidez, ou devido à menopausa. 

Além disso, as mulheres podem experimentar vulvodinia, que se refere a dor inexplicável na vagina ou ao redor da vulva. Tratar esta e outras condições médicas pode melhorar o prazer sexual. 

Orgasmos de sexo com penetração são comuns ou a forma mais saudável de expressão sexual. 

Especialistas autoproclamados, principalmente homens, há muito tempo dizem às mulheres que elas devem ter orgasmo com relações heterossexuais. No entanto, muitas mulheres só podem atingir o orgasmo com a estimulação do clitóris. 

Sigmund Freud argumentou que o orgasmo vaginal era o orgasmo superior e mais maduro. Nenhuma evidência suporta esta afirmação. 

As mulheres não podem ter orgasmos vaginais. 

Embora os orgasmos vaginais sejam menos comuns do que os da estimulação do clitóris, algumas mulheres os têm – com ou sem outra estimulação. 

O orgasmo feminino pode resultar de muitos tipos de estimulação, incluindo contato vaginal, clitoriano e mamilo. 

Nem todo mundo chega ao orgasmo com o mesmo tipo de estimulação. 

O orgasmo feminino
O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino

As mulheres precisam estar apaixonadas até o orgasmo.

O orgasmo é uma experiência psicológica e biológica complexa – alcançar e experimentar o orgasmo não é o mesmo para todas as mulheres. Algumas mulheres podem precisar sentir amor ao orgasmo, enquanto outras não. 

O relacionamento de uma pessoa com seu parceiro pode ou não influenciar sua capacidade de atingir o orgasmo durante o sexo. 

Estudo de 2018 descobriu que 86% das mulheres lésbicas disseram que geralmente ou sempre têm orgasmo durante o sexo, em comparação com apenas 66% das mulheres bissexuais e 65% das mulheres heterossexuais. 

Os participantes eram mais propensos ao orgasmo com frequência se: 

  • recebeu mais sexo oral 
  • teve sexo mais duradouro 
  • relataram maior satisfação no relacionamento 
  • pediu o que eles queriam na cama 
  • envolvidos em e-mails ou chamadas sexuais 
  • expressou amor durante o sexo 
  • encenou fantasias sexuais 
  • tentei novas posições sexuais 

Um parceiro pode dizer se uma mulher teve um orgasmo. 

Não há como saber se uma mulher teve um orgasmo sem perguntar a ela. Algumas pessoas fazem barulhos durante o orgasmo, enquanto outras ficam em silêncio. Alguns ruborizam ou suam após um orgasmo, mas outros não. 

Uma pessoa que quer saber se seu parceiro teve um orgasmo pode perguntar sem confrontar. 

Se a resposta for não, evite julgamentos, raiva ou sentimentos de inadequação – isso pode pressionar a pessoa ao orgasmo, o que pode levar à ansiedade e torná-lo mais difícil. Em vez disso, discuta se eles preferem uma abordagem diferente ao sexo. 

E se você não conseguir atingir o orgasmo? 

Ser incapaz de atingir o orgasmo é um problema comum e pode ocorrer por vários motivos. Algumas pessoas podem não receber o tipo certo de estimulação durante o sexo, enquanto outras podem ter sofrido traumas ligados ao sexo. Outros podem estar simplesmente desinteressados. 

Uma análise de 2018 de 135 estudos anteriores identificou vários fatores que aumentam o risco de disfunção sexual, incluindo: 

  • problemas de relacionamento 
  • estresse 
  • problemas de saúde mental 
  • má saúde física
  • problemas geniturinários, como dor pélvica 
  • uma história de aborto 
  • uma história de mutilação genital feminina 
  • abuso sexual 
  • ser religioso, talvez devido à vergonha e estigma sexual 

O mesmo estudo identificou vários fatores de risco modificáveis ​​que melhoram a experiência sexual, incluindo: 

  • exercício 
  • carinho diário de um parceiro 
  • uma imagem corporal positiva 
  • Educação sexual 
  • comunicação íntima com um parceiro 

A masturbação pode ajudar uma pessoa a encontrar o que é bom para ela. Algumas outras estratégias que podem ajudar incluem: 

  • usando lubrificantes sexuais para tornar o sexo mais confortável 
  • pedir a um parceiro para estimular o clitóris durante o sexo 
  • masturbando durante o sexo 
  • discutindo fantasias com um parceiro 
  • dizendo a um parceiro se algo não se sente bem 

O estudo de 2018 mencionado acima, que comparou a frequência do orgasmo entre pessoas de várias orientações sexuais nos Estados Unidos, descobriu que os seguintes comportamentos durante o sexo aumentam a probabilidade de as mulheres terem um orgasmo: 

  • beijo profundo 
  • estimulação genital durante a relação vaginal 
  • sexo oral 

Se as estratégias de autoajuda não funcionarem, um médico especializado em disfunção sexual poderá identificar um problema, se houver. 

Os 3 segredos para alcançar um orgasmo feminino.
O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino

Muitos problemas médicos podem dificultar o orgasmo, incluindo: 

  • falta de lubrificação 
  • desequilíbrios hormonais 
  • dor pélvica 
  • disfunção muscular 
  • uma história de trauma 

Quando traumas ou problemas de relacionamento dificultam o orgasmo, ou quando uma pessoa sente vergonha do sexo ou de seus desejos, o aconselhamento individual ou de casais pode ajudar. 

Resumo

A pesquisa científica séria sobre o orgasmo feminino é relativamente recente. Mesmo alguns médicos podem ainda acreditar em mitos sobre o orgasmo feminino ou pensar que não é importante para a experiência sexual feminina. 

Isso significa que muitas pessoas podem ter problemas para acessar informações confiáveis ​​sobre orgasmos. 

Um profissional médico competente e compassivo pode ajudar uma pessoa a entender o processo do orgasmo e identificar possíveis barreiras à satisfação sexual. 

Não existe uma maneira certa de atingir o orgasmo e nenhuma maneira correta de se sentir em relação ao sexo. As pessoas devem buscar o que é bom para elas.

Antiinflamatorios

Fontes

Entre em contato

%nome de arquivo% O que é importante saber sobre orgasmo feminino?
O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino O que é importante saber sobre orgasmo feminino